domingo, 26 de maio de 2013

O Pássaro Solitário Fabula

O Pássaro Solitário Fabula
Fabula do Pássaro Solitário
Era uma vez, um pássaro triste e solitário. Ele fora abandonado e vivia só no seu ninho.
Em um dia especial, ele encontrou uma linda fêmea da espécie. Se conheceram, conversaram,
sorriram juntos, mas... no fim da tarde, ela se foi. Ela não era só - tinha outros pássaros para
cuidar. Ele então voltou pro seu ninho e seguiu sua vida monótona e triste. Mas nunca tirou ela
do pensamento. Nutria, dentro de si, a esperança de um dia revê-la. A vida seguia como tinha que seguir.
Ele saia, se divertia, cantava, mas... não conseguia tirar da cabeça a fêmea que mexeu com seu coração.
Muito tempo se passou, e, um dia, sem ele menos esperar, eles se reencontraram. E, aquele dia, que
tinha tudo pra ser mais um dia comum, de repente, transformou-se no dia mais lindo de sua
vida.
Foi como ele sonhara. Grande, denso, lindo, apaixonado, louco e, acima de tudo, inesquecível.
Mas - antes que ele pudesse dizer pra ela o quanto ela era importante pra ele -, outra vez, ela se foi.
Ele, então, voltou pro seu ninho. Mas, definitivamente, não era mais um pássaro triste. Aquela fêmea mexeu
com ele. Com seu coraçãozinho. Ele agora tinha um motivo pra viver e sonhar.
Ela fez ele ver que nem tudo estava perdido.
Que no mundo, ainda existe amor. E que, mesmo sem possuir, se pode tirar de uma vida motivos pra ser feliz.
E ela deu a ele mil motivos pra ser feliz!
A vida, os compromissos e afazeres os afastaram. Eles nunca mais se viram.
O tempo passou, mas, não importava o que estivesse fazendo ele, dormia e acordava pensando nela.
Com o tempo, ele tentou, por várias vezes tira-la do pensamento. Mas, viu que era um erro tentar tirar tirar da cabeça o que já estava no coração.
Passaram se vários dias - na cabeça dele, anos -. Ela, certamente, nem lembrava mas dele. Mas, pra ele, aquilo não importava. O importante é que ela já fazia parte do seu mundo. Mesmo longe.
E, numa tarde fria e sonolenta, outra vez, o destino resolveu aproxima-los. Depois de muito tempo, ela, de repente, apareceu em seu ninho.
Foi como um sonho. Na verdade, ele sonhava com aquele dia. Ela estava linda, como seu sorriso.
Eles falaram muito pouco. Não havia muito a falar.
Mas se entregaram como loucos. Ela parecia mais ansiosa. Ele queria prolongar aquele instante... Queria que aquele momento fosse eterno, mas ela não conseguia segurar todo o desejo que escoria de seu corpo. Queria dar pra ele todo o desejo guardado em si. E eles explodiram num gozo louco e apaixonado. Como da primeira vez. E como da primeira vez, ela se foi, deixando para trás - dessa vez - um pássaro feliz e apaixonado.

Moral da história:
Tudo o que ele queria era roubar-lhe um sorriso e ver estampado em seu rosto toda a felicidade do mundo. Porque, no fundo - ele sabe - ela também se sente - por vezes - triste e só.

Autor: Ediel

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seguidores

Postagens populares

Google+ Badge

Prestação de serviço

  • "TAMBÉM PODERÁ GOSTAR DE:"
  •